quarta-feira, 1 de abril de 2015

Eliminada da LBF, equipe feminina de basquete do Sport já faz planejamento para o futuro

O sonho do Sport de ir além das expectativas na Liga de Basquete Feminino terminou com uma doída derrota para o Maranhão, na última segunda-feira, por 72 x 67. Após vencer a primeira partida, no Recife, as leoas perderam os dois jogos disputados na casa das adversárias e estão eliminadas da competição.
O grupo retornou ao Recife na manhã desta terça-feira. Durante a semana, o técnico Rildo Aciolly vai se reunir com a direção do clube para traçar um novo planejamento. Por ser o atual campeão Sul-americano, o Sport tem vaga garantida na competição deste ano, que deverá ter a data da realização e local divulgados nos próximos dias.
"Vamos nos reunir essa semana para definir as coisas. Temos o Sul-americano para disputar, no qual vamos tentar o bicampeonato. O grupo deve ser reforçado e já estamos em contato com algumas atletas. Assim como algumas outras jogadores devem sair", afirmou Rildo, que segue no comando da equipe.
A permanência das três jogadores norte-americanas (Erica Wheeler, Brandie Baker e Toluwani Omotola), destaques da equipe na LBF, é incerta. "Vai depender da conversa que vamos ter com elas e com o empresário delas. Pode aparecer alguma proposta da WNBA ou de outro lugar, além do nosso próprio interesse", explicou Rildo.


CAMPANHA


Com um elenco formado com o torneio em andamento, o Sport conseguiu crescer durante a disputa da LBF. Arrancou e superou as expectativas, terminando a primeira fase na quinta colocação. Foi para a disputa com o Maranhão sabendo de que os duelos seriam extremamente equilibrados. E foi o que aconteceu. A vitória no primeiro jogo por 95 a 81 mostrou que o Leão poderia ir mais longe.
Sem o fator casa, porém, o Sport não conseguiu fazer frente à experiente equipe do Maranhão. Perdeu o jogo no sábado por 71 x 68, forçando a realização de uma terceira partida, na qual foi novamente derrotada. "Ficou comprovado que as duas equipes são realmente muito parecidas, com o detalhe de que elas têm um investimento muito maior", avaliou Rildo.
Para o técnico do Sport, ficou a sensação de que o Leão poderia ter ido mais longe. "Talvez, se tivéssemos pelo menos mais uma jogadora de uma qualidade maior ou se tivéssemos começando a competição com essa equipe aí, o resultado final fosse diferente", comentou Rildo.

Fonte: SuperEsportes

Liga Sul-Americana?

O site da agência Prodep anunciou nessa semana a contratação do técnico espanhol Chiqui Barros pela UTE (Equador), que planeja mais uma vez formar um time para a disputa do Sul-Americano de Clubes.

A novidade é que, segundo a nota, a edição desse ano voltaria a ser no formato de uma Liga Sul-Americana, como aconteceu em 2002 – quando o Vasco ficou com o título.

Com sedes diversas, viagens e oito equipes, o torneio aconteceria entre 15 de maio e 10 de junho. A conferir.

Patty Teixeira brilha e o São José garante a última vaga na semifinal da LBF – 2014/15

SJ_Patty_SAContando com excelente desempenho da lateral Patty Teixeira, o São José/Colinas Shopping garantiu classificação ao a semifinal da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 ao derrotar o Basketball Santo André/APABA, nesta terça-feira (31 de março), por 54 a 49 (30 a 20 no primeiro tempo), em partida válida pela terceira rodada doplayoff – quartas-de-final, disputada no ginásio Lineu de Moura, na cidade de São José dos Campos (SP). A jovem atleta da equipe joseense foi a maior pontuadora da partida, com 27 pontos e mais 03 assistências.

E, com esta vitória, o time comandado pelo técnico Carlos Lima fechou a disputa de quartas-de-final com duas vitórias e uma derrota. O adversário na semifinal será o Uninassau/América, que concluiu a fase inicial na vice-liderança e, posteriormente, eliminou o Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau nas quartas.

O time da casa esteve melhor no quarto inicial e logo passou a comandar o placar, fechando com uma vantagem de nove pontos (17 a 08), graças as boas presenças da lateral Patty Teixeira e da pivô cubana Plutin Tizon, enquanto que a ala Jaqueline Silvestre se destacou pelo visitante.

No segundo, o equilíbrio foi a tônica, já que a equipe andreense cresceu de produção, com performances positivas das atletas vindas do banco, mas ainda assim o time da casa esteve na frente, com ligeira vantagem (13 a 12).

Na volta do intervalo, valeu à bronca e as orientações dadas pela técnica Laís Elena, uma vez que a equipe de Santo André voltou com outra postura e logo equilibrou as ações, com várias atletas pontuando. Na parte final do período, o representante de São José dos Campos cresceu e sustentou o comando do marcador (13 a 19), com Patty Teixeira mantendo o seu bom momento, pelo time da casa, e a pivô Tatiana Conceição e a armadora Tassia Carcavalli, crescendo, em prol do visitante.

No quarto final foi a vez do técnico Carlos Lima acertar a sua equipe e iniciar melhor, fazendo a diferença subir em um momento importante do jogo. O Santo André ainda tentou se recuperar no final, mas os dois times sentiram o desgaste e o São José/Colinas Shopping garantiu o resultado positivo (11 a 10).

Os outros destaques da partida foram a cubana Plutin Tizon (09 pontos, 09 rebotes e 03 assistências) e Karen Rocha (07 pontos e 06 rebotes), pelo time do Vale do Paraíba; Jaqueline Silvestre (12 pontos e 02 assistências) e Tassia Carcavalli (09 pontos e 03 rebotes e 03 assistências), em favor da agremiação do Grande ABC.

“Entramos forte e com muita determinação, pois sabíamos que esse era o jogo decisivo e não poderíamos esmorecer. A equipe foi guerreira, lutou durante os quarenta minutos e chegou a semifinal que era o nosso objetivo”, comenta a cestinha Patty Teixeira, do São José/Colinas Shopping.

As semifinais da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 são estas: ADCF Unimed/Americana x Maranhão Basquete e Uninassau/América x São José/Colinas Shopping.

Tabela completa da Semifinal

04 de abril (sábado)
11h00 (de Brasília): Maranhão Basquete x ADCF Unimed/Americana, em São Luís (MA) – SporTV

06 de abril (segunda-feira)
19h00 (de Brasília): São José/Colinas Shopping x Uninassau/América, em São José dos Campos (SP) – SporTV

11 de abril (sábado)
11h00 (de Brasília): ADCF Unimed/Americana x Maranhão Basquete, em Americana (SP) – SporTV

12 de abril (domingo)
10h00 (de Brasília): Uninassau/América x São José/Colinas Shopping, em Recife (PE) – SporTV

13 de abril (segunda-feira) – se necessário
18h30 (de Brasília): ADCF Unimed/Americana x Maranhão Basquete, em Americana (SP) – SporTV

14 de abril (terça-feira) – se necessário
21h30 (de Brasília): Uninassau/América x São José/Colinas Shopping, em Recife (PE) – SporTV

Vídeo: Maranhão Basquete vence Sport

Veja aqui!

segunda-feira, 30 de março de 2015

Maranhão Basquete vence jogo acirrado diante do Sport Recife e enfrenta Americana na semifinal da LBF – 2014/15

O Maranhão Basquete garantiu classificação a semifinal da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 ao derrotar o Sport Recife, nesta segunda-feira (30 de março), por 72 a 67 (34 a 35 no primeiro tempo), em duelo bastante acirrado, válido pela terceira rodada série melhor-de-três do playoff – quartas-de-final, realizado no ginásio Castelinho, em São Luís (MA). Com este resultado, o time comandado pela técnica cubana Lideivi Pompa fechou a disputa com duas vitórias e uma derrota.
O primeiro quarto foi bastante equilibrado, com a equipe pernambucana iniciando melhor e o time maranhense reagindo na sequencia (20 a 20), com boas performances das pivôs Grazi Moraes, pelo time da casa, e a inglesa Tolu Omotola, em favor do visitante. No segundo, o panorama seguiu o mesmo, com as duas equipes lutando bastante pelo resultado positivo; no final, o time pernambucano conseguiu uma ligeira vantagem (14 a 15), com presenças favoráveis da experiente pivô Êga Garvão, pelo time maranhense, e da norte-americana Erica Wheeler, em favor do rubro negro.
Na volta do intervalo, o jogo seguiu igual, com o Sport Recife iniciando melhor e o Maranhão Basquete reagindo na parte final do terceiro quarto, deixando o placar equilibrado mais uma vez (17 a 17). Nos dez minutos finais, assim como ocorreu no segundo jogo, o time da casa cresceu de produção e assumiu o comando do placar para vencer e chegar a semifinal (21 a 15), com destaque para a armadora norte-americana Matee Ajavon.
Os principais nomes da partida foram Grazi Moraes (20 pontos e 09 rebotes), a norte-americana Matee Ajavon (12 pontos e 09 rebotes), Êga Garvão (11 pontos, 06 rebotes e 04 assistências) e Iziane Castro (11 pontos e 02 assistências), pelo time da casa; a inglesa Tolu Omotola (19 pontos e 10 rebotes – double-double), a norte-americana Erica Wheeler (13 pontos e 06 assistências), Laís Tobias (13 pontos, 06 rebotes e 02 assistências) e a norte-americana Brandie Baker (11 pontos, 07 rebotes e 02 assistências), em favor do visitante.
MB Sport Quartas 03 300x180 Maranhão Basquete vence jogo acirrado diante do Sport Recife e enfrenta Americana na semifinal da LBF – 2014/15“Conseguimos um crescimento importante no último quarto, quando assumimos o comando do marcador e alcançamos a virada, contando com o apoio do nosso torcedor. Agora, é seguir trabalhando, pois teremos uma semifinal bastante dura, contra um dos favoritos ao título, mas temos que manter o foco e acreditar”, analisa a armadora norte-americana Matee Ajavon, do Maranhão Basquete.
“Não tenho o que falar, as jogadoras foram guerreiras demais”, observa o técnico Rildo Accioly, do Sport Recife.
Na semifinal, o Maranhão Basquete vai encarar a ADCF Unimed/Americana, que concluiu a primeira fase na liderança e, posteriormente, passou pela APAB/Unifeb Barretos (2 a 0) no playoff – quartas-de-final.
Patrocinador Oficial: Bombril
Parceiros: Èrrea e Wilson
Parceiros Oficiais de Mídia: SporTV e Globo
Chancela: Confederação Brasileira de Basketball (CBB)
Fotos: Paulo de Tarso Jr./MB

terça-feira, 24 de março de 2015

Em partidas equilibradas, América e São José estreiam nas quartas-de-final da LBF com vitória


O Uninassau/América derrotou o Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau, por 62 a 60 (40 a 27 no primeiro tempo), na noite desta segunda-feira (23 de março), mesmo atuando no ginásio da Uniesp, na cidade de Presidente Venceslau (SP), em jogo marcado pela emoção, complementando a primeira rodada da série melhor-de-três do playoff – quartas-de-final da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15.
O time pernambucano dominou por completo o quarto inicial, quando abriu vantagem. Depois, tratou de administrar a tentativa de recuperação da equipe paulista, que esteve melhor nos períodos seguintes e se aproximou bastante, mas sem conseguir configurar a virada.
Os destaques do jogo foram Mariana Camargo (20 pontos, 03 rebotes e 04 assistenciais), Natália Burian (13 pontos e 05 assistências) e Fabi Guedes (13 pontos e 03 rebotes), pelo representante paulista; a norte-americana Tamera Young (16 pontos e 03 rebotes), Nádia Colhado (13 pontos e 07 rebotes) e Adrianinha Moisés (12 pontos, 10 rebotes e 02 assistências – double-double), em favor da agremiação pernambucana.
“Quando o nosso time joga dentro do sistema que estamos acostumados, de forma coletiva, conseguimos um bom rendimento e temos condições de jogar em igualdade de condições contra qualquer adversário. E, o time já vem fazendo isso nas últimas partidas, quando crescemos de produção e apresentamos um bom basquete. Neste duelo diante do América, sabíamos que seria complicado, mas jogamos certinho e lutamos bastante, mas ainda assim erramos algumas bolas em lances capitais e isso fez falta no final, quando poderíamos ter empatado ou até virado”, analisa o técnico Flavio Prado, do Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau.
“Sabíamos que a equipe de Presidente Venceslau tentaria tudo neste primeiro jogo em casa e estávamos cientes que teríamos dificuldades, mas iniciamos forte a partida e depois controlamos bem a vantagem que adquirimos no placar. Mesmo com o nosso adversário chegando próximo, tínhamos uma vantagem controlada”, comenta o técnico Roberto Dornelas, do Uninassau/América.
No outro confronto da noite, o São José/Colinas Shopping derrotou o Basketball Santo André/APABA, também com muita emoção, por 59 a 54 (31 a 25 no primeiro tempo), mesmo atuando no ginásio Municipal Pedro Dell’Antonnia, na cidade de Santo André (SP).

O time joseense, comandado pelo técnico Carlos Lima, foi melhor no primeiro quarto, abrindo vantagem de 12 pontos, mas a equipe andreense, dirigido pela experiente técnica Laís Elena, reagiu prontamente nos dois períodos seguintes e conseguiu uma sensacional virada. Nos dez minutos finais, com muitas alternâncias no comando do marcador, o São José/Colinas Shopping esteve melhor desempenho e garantiu a vitória.
Os principais nomes da partida foram Fabão Oliveira (12 pontos, 04 rebotes e 03 assistências) e Simone Lima (11 pontos e 06 rebotes), pelo time do Grande ABC; Karina Jacob (12 pontos e 09 rebotes) e Isabela Ramona (12 pontos e 03 assistências), em favor da equipe do Vale do Paraíba.
A segunda rodada da série melhor-de-três do playoff – quartas-de-final da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 será aberta no sábado (28 de março), com a realização de três jogos, todos com início marcado para 18h00 (de Brasília): ADCF Unimed/Americana x APAB/Unifeb Barretos, na cidade de Americana (SP), Uninassau/América x Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau, em Recife (PE), e Maranhão Basquete x Sport Recife, em São Luís (MA).
O complemento acontece no domingo (29 de março), às 10h00 (de Brasília), com a partida isolada entre São José/Colinas Shopping x Basketball Santo André/APABA, em São José dos campos (SP), com transmissão ao vivo peloSporTV.

Realidades muito distintas

"Neste ano, se não estivéssemos pagando as passagens aéreas dos times, não teria campeonato. No ano passado arcamos com os aéreos, hotel, e uma parte da arbitragem. Sem nossa intervenção, em vez de dez times disputando a liga, nós teríamos uns cinco, quatro. É muito complicado essa realidade."

"Ainda temos uma certa inconstância de equipes. Tem algumas que entram e depois saem. Na maioria das vezes, essa evolução sempre vai depender daquele abnegado, daquela mulher que abre mão de muitas coisas para que o time continue. "

 Marcio Cattaruzzi, presidente da LBF, em matéria de O Tempo

domingo, 22 de março de 2015

Com apoio do torcedor Rubro Negro, Sport Recife supera o Maranhão Basquete e inicia as quartas da LBF – 2014/15 com vitória

Sport Maranhão Quartas 03 200x300 Com apoio do torcedor Rubro Negro, Sport Recife supera o Maranhão Basquete e inicia as quartas da LBF – 2014/15 com vitória
O Sport Recife saiu na frente na série melhor-de-três doplayoff – quartas-de-final da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 ao derrotar o Maranhão Basquete, por 95 a 81 (50 a 41 no primeiro tempo), no ‘Clássico do Nordeste’, disputado neste domingo (22 de março), no ginásio Marcelino Lopes (Ilha do Retiro), em Recife (PE). O torcedor pernambucano esteve presente em grande número e apoiou o seu time do começo ao fim.
No quarto inicial, o time maranhense começou melhor e passou a comandar o marcador, com a diferença chegando aos nove pontos, contudo, na sequência, a equipe da casa foi melhorando gradativamente e deixou o jogo equilibrado. Na parte final do período, entretanto, a vantagem votou a subir em favor do Maranhão Basquete (19 a 26).
No segundo quarto, o Rubro Negro dominou totalmente as ações, calcado no bom rendimento das norte-americanas Brandie Baker e Erica Wheeler, além do apoio incessante do torcedor pernambucano, que compareceu em grande número, passou a comandar o marcador e abriu vantagem de nove pontos (31 a 15).
Na volta do intervalo, o jogo ficou igual até a metade do terceiro período, momento em que a equipe pernambucana, depois de dois pedidos de tempo do técnico Rildo Accioly, se acertou em quadra e cresceu, fazendo vantagem subir mais um pouco (23 a 16).
No quarto final, o Sport Recife manteve o ritmo, com excelente aproveitamento nos lances de longa distância (58%), em especial com a lateral Luana de Souza, enquanto que o Maranhão Basquete tentou a recuperação, mas sem êxito (22 a 24).
Os principais nomes da partida foram as norte-americanas Brandie Baker (28 pontos, 12 rebotes e 06 assistências – double-double) e Erica Wheeler (26 pontos e 05 assistências), além de Luana Souza (20 pontos e 01 assistência), pelo time pernambucano; a cubana Gelis Gonzales (23 pontos e 05 rebotes), Iziane Castro (23 pontos e 07 rebotes) e a norte-americana Matee Ajavon (16 pontos e 02 assistências), em favor da agremiação maranhense.
“Fizemos um jogo dentro daquilo que planejamos, além disso, estamos trabalhando com o pensamento focado exclusivamente em cada partida. Entramos forte, como o Rildo nos pediu, pois sabíamos da importânciaSport Maranhão Quartas 02 200x300 Com apoio do torcedor Rubro Negro, Sport Recife supera o Maranhão Basquete e inicia as quartas da LBF – 2014/15 com vitória de vencer a primeira da série, em casa, com apoio da nossa torcida”, comenta a lateral norte-americana Brandie Baker, do Sport Recife.
“Não atuamos bem na defesa e isso foi determinante para o resultado, já que o Sport Recife conseguiu um grande aproveitamento. A expectativa é acertar o setor defensivo nos treinamentos da semana, para lutar pela vitória no próximo jogo”, analisa a lateral Iziane Castro, do Maranhão Basquete.
O segundo jogo da série melhor-de-três do playoff – quartas-de-final da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 está agendado para 28 de março (sábado), às 18h00 (de Brasília), em São Luís (MA). O terceiro, se necessário, ocorre no dia 30 de março (segunda-feira), ás 20h00 (de Brasília), novamente em território maranhense.
Fonte: LBF

sábado, 21 de março de 2015

Americana inicia playoff – quartas-de-final da LBF – 2014/15 com vitória sobre o Barretos fora de casa

Barretos Americana Quartas 01 300x225 Americana inicia playoff – quartas de final da LBF – 2014/15 com vitória sobre o Barretos fora de casaA ADCF Unimed/Americana saiu na frente na série melhor-de-três do playoff – quartas-de-final da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 ao derrotar a APAB/Unifeb Barretos, por 92 a 53 (54 a 26 no primeiro tempo), em partida realizada no ginásio João Batista da Rocha, em Barretos (SP), neste sábado (21 de março).
O time de Americana, atual campeão da LBF, foi o senhor absoluto as ações, impondo o seu ritmo e logo tomando conta do placar, fazendo a diferença crescer gradativamente no quarto inicial (29 a 10). No segundo, o jogo ficou um pouco mais equilibrado, mas ainda assim com a equipe visitante na frente (25 a 16).
Na volta do intervalo, a partida seguiu o mesmo panorama do quarto anterior, com a equipe visitante seguindo na frente (14 a 12). Nos dez minutos finais, com os dois técnicos alterando bastante suas equipes em quadra, o jogo seguiu no mesmo patamar e a equipe de Americana garantiu a vitória (24 a 15).
As atletas mais efetivas da partida foram Emily Silva (17 pontos) e a norte-americana Chloe Wells (16 pontos, 03 rebotes e 03 assistências), pelo time da casa; Damiris do Amaral (21 pontos, 07 rebotes e 03 assistências) e a cubana Ariadna Felipe (18 pontos e 04 rebotes), em favor do visitante.
“Decidimos o jogo no primeiro quarto, com um jogo comprometido e as atletas muito focadas. EstBarretos Americana Quartas 300x225 Americana inicia playoff – quartas de final da LBF – 2014/15 com vitória sobre o Barretos fora de casaou feliz, pois o time mostrou logo no primeiro tempo que veio jogar este playoff com muita responsabilidade”, analisa o técnico Antônio Carlos Vendramini, da ADCF Unimed/Americana.
O segundo jogo da série melhor-de-três está agendado para o dia 28 de março (sábado), às 18h00 (de Brasília), em Americana (SP). O terceiro, se necessário, também acontece na cidade de Americana (SP), no dia 30 de março (segunda-feira), ás 20h00 (de Brasília).
Fonte: LBF

terça-feira, 17 de março de 2015

Definidos os confrontos do play-off de quartas-de-final da LBF

Babi Honório durante jogo da ADCF Unimed contra Venceslau - Zaramelo Jr - Jornal O Jogo

A ADCF Unimed/Americana confirmou a liderança na fase inicial da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 ao derrotar o Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau, nesta segunda-feira (16 de março), por 80 a 67 (33 a 37 no primeiro tempo), em partida realizada no ginásio Centro Cívico, na cidade de Americana (SP), válida pela rodada final da primeira fase. O jogo foi bastante disputado, com a equipe da casa conseguindo a virada no quarto final, quando conseguiu um bom aproveitamento nos tiros de média e longa distancia depois de ficar atrás no marcador em boa parte.

Os principais nomes da partida foram a cubana Ariadna Felipe (19 pontos) e Karla Costa (16 pontos, 06 rebotes e 06 assistências), pelo time da casa; Silvinha Gustavo (22 pontos, 07 rebotes e 04 assistências) e Mariana Camargo (12 pontos e 03 assistências), em favor do visitante.

“Jogamos um pouco dispersos, enquanto que o nosso adversário foi bem, porém crescemos na hora decisiva e garantimos a vitória que nos dá a primeira colocação nesta fase inicial. Agora é tirar proveito desta vantagem importante que adquirimos”, comenta o técnico Antônio Carlos Vendramini, da ADCF Unimed/Americana.

“Demos a chance da segunda bola ao time de Americana, que cresceu no final, enquanto que nós acabamos sentindo o desgaste. Mas, mostramos que a equipe tem condições de jogar em igualdade”, analisa o técnico Flavio Prado, do Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau.

O Basketball Santo André/APABA deu sequencia ao seu momento ao derrotar o Maranhão Basquete, por 72 x 67 (21 a 29 no primeiro tempo), em jogo disputado no ginásio Municipal Pedro Dell’Antonnia, na cidade de Santo André (SP). Os destaques foram Jaqueline Silvestre (24 pontos e 02 assistências) e Tassia Carcavalli (13 pontos), pelo time do Grande ABC; Iziane Castro (29 pontos) e a norte-americana Matee Ajavon (12 pontos, 08 rebotes e 05 assistências), em favor da equipe maranhense.

A APAB/Unifeb Barretos conseguiu a recuperação ao superar o São José/Colinas Shopping, por 60 a 52 (25 a 29 no primeiro tempo), em jogo disputado no ginásio João Batista da Rocha, na cidade de Barretos (SP). As atletas mais efetivas foram a norte-americana Chloe Wells (25 pontos e 03 assistências), Fabi (09 pontos) e Emily Silva (09 pontos), pelo time do Interior; Débora da Costa (13 pontos) e Fabi Caetano (11 pontos e 13 rebotes – double-double), em favor da equipe do Vale do Paraíba.

E, fechando a jornada, o Basquete Jaraguá se despediu da competição derrotando o Brasília/BasqueteVizi, por 69 a 52 (32 a 25 no primeiro tempo), em confronto realizado no ginásio Novo Arthur Muller, na cidade de Jaraguá do Sul (SC). As atletas mais efetivas foram a argentina Sthefany Thomas (16 pontos, 08 rebotes e 03 assistências) e Nascimento (11 pontos e 11 rebotes – double-double), pelo time catarinense; Fran Nascimento (10 pontos e 04 rebotes), Ariani Silva (09 pontos) e Carol (09 pontos e 03 rebotes), em favor da agremiação do Distrito Federal.

“Não conseguimos atingir o nosso objetivo nesta competição, que era chegar ao playoff, mas crescemos no final e fechamos a nossa participação com vitória”, comenta a ala Izabella Sangalli, do Basquete Jaraguá.

Com estes resultados, a classificação final da primeira fase ficou desta maneira:

1º) ADCF Unimed/Americana – 35 pontos (17 vitórias e 01 derrota)
2º) Uninassau/América – 34 pontos (16 vitórias e 02 derrotas)
3º) São José/Colinas Shopping – 30 pontos (12 vitórias e 06 derrotas)
4º) Maranhão Basquete – 29 pontos (11 vitórias e 07 derrotas)
5º) Sport Recife – 27 pontos (09 vitórias e 09 derrotas)
6º) Basketball Santo André/APABA – 27 pontos (09 vitórias e 09 derrotas)
7º) Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau – 24 pontos (06 vitórias e 12 derrotas)
8º) APAB/Unifeb Barretos – 24 pontos (06 vitórias e 12 derrotas)
9º) Basquete Jaraguá – 21 pontos (03 vitórias e 15 derrotas)
10º) Brasília/Basquete/Vizi – 19 pontos (01 vitória e 18 derrotas)

Os confrontos da série melhor-de-três do playoff – quartas-de-final foram definidos: ADCF Unimed/Americana x APAB/Unifeb Barretos, Uninassau/América x Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau, São José/Colinas Shopping x Basketball Santo André/APABA e Maranhão Basquete x Sport Recife. O Basquete Jaraguá e o Brasília/BasqueteVizi estão eliminados.

Tabela

21 de março (sábado)
18h00: APAB/Unifeb Barretos x ADCF Unimed/Americana, em Barretos (SP)

22 de março (domingo)
13h00: Sport Recife x Maranhão Basquete, em Recife (PE) – SporTV

23 de março (segunda-feira)
20h00: Basketball Santo André/APABA x São José/Colinas Shopping, em Santo André (SP)
20h00: Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau x Uninassau/América, em Presidente Venceslau (SP)

28 de março (sábado)
18h00: ADCF Unimed/Americana x APAB/Unifeb Barretos, em Americana (SP)
18h00: Uninassau/América x Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau, em Recife (PE)
18h00: Maranhão Basquete x Sport Recife, em São Luís (MA)

29 de março (domingo)
11h00: São José/Colinas Shopping x Basketball Santo André/APABA, em São José dos Campos (SP) – SporTV

30 de março (segunda-feira) – se necessário
20h00: ADCF Unimed/Americana x APAB/Unifeb Barretos, em Americana (SP)
20h00: Uninassau/América x Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau, em Recife (PE)
20h00: Maranhão Basquete x Sport Recife, em São Luís (MA)

31 de março (terça-feira) – se necessário
20h00: São José/Colinas Shopping x Basketball Santo André/APABA, em São José dos Campos (SP)

domingo, 15 de março de 2015

Basquete Jaraguá, Presidente Venceslau e Santo André vencem neste sábado na LBF – 2014/15

14MAR15 12 l Basquete l Liga de Basquete Feminino l Jaraguá x Maranhão © Henrique Porto Agência Avante 300x200 Basquete Jaraguá, Presidente Venceslau e Santo André vencem neste sábado na LBF – 2014/15
O time comandado pelo técnico Júlio Patrício chegou a segunda vitória na sua temporada de estreia da LBF
O Basquete Jaraguá conseguiu a recuperação na Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 ao derrotar o Maranhão Basquete, neste sábado (14 de março), por 84 a 71 (41 a 33 no primeiro tempo), em partida válida pela 12ª semana, realizada no ginásio Novo Arthur Müller, na cidade de Jaraguá do Sul (SC).
Os principais nomes da partida foram a argentina Sthefany Thomas (23 pontos e 03 assistências) e Leila Zabani (24 pontos e 03 assistências), pelo time catarinense; a norte-americana Matee Ajavon (27 pontos, 05 rebotes e 02 assistências) e Ega Garvão (15 pontos e 15 rebotes – double-double), em favor da equipe maranhense.
“Estou muito feliz pelo retorno e pela oportunidade de ajudar a equipe nesta reta final da LBF. Chegamos a uma vitória importante, pois conseguimos encaixar a defesa nas principais atletas do Maranhão Basquete nos momentos decisivos do jogo e isso foi determinante”, analisa a ala/pivô Leidy Ferreira, do Basquete Jaraguá.
Barretos Venceslau 300x176 Basquete Jaraguá, Presidente Venceslau e Santo André vencem neste sábado na LBF – 2014/15
O time de Presidente Venceslau conseguiu um resultado importante fora de casa
O Top Therm/Grupo Leonardi/Sicred/Unimed/Presidente Venceslau também se recuperou ao suplantar a APAB/Unifeb Barretos, por 85 a 59 (47 a 27 no primeiro tempo), mesmo atuando no ginásio João Batista da Rocha, na cidade de Barretos (SP). As atletas mais efetivas foram Debora (10 pontos e 02 rebotes) e Drielli Nascimento (10 pontos, 02 rebotes e 02 assistências), pelo time da casa; Fabi Guedes (24 pontos e 06 rebotes) e a norte-americana Amanda Dowe (21 pontos e 17 rebotes – double-double), em favor do visitante.
Lais SAndre 300x200 Basquete Jaraguá, Presidente Venceslau e Santo André vencem neste sábado na LBF – 2014/15
O Basketball Santo André/APABA está crescendo
E, fechando a jornada, o Basketball Santo André/APABA deu sequencia ao seu bom momento ao passar pelo Brasília/BasqueteVizi, por 71 a 58 (31 a 30 no primeiro tempo), em jogo equilibrado, realizado no ginásio Municipal Pedro Dell’Antonnia, na cidade de Santo André (SP). Os destaques foram Jaqueline Silvestre (23 pontos) e Fabão Oliveira (13 pontos, 11 rebotes e 05 assistências – double-double), pelo time do Grande ABC; Fran Nascimento (24 pontos, 10 rebotes e 02 assistências) e Cacá Martins (12 pontos, 07 rebotes e 06 assistências), em favor da agremiação do Distrito Federal.
Com estes resultados, a classificação de momento da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 é a seguinte:
1º) Uninassau/América – 34 pontos (16 vitórias e 02 derrotas)
2º) ADCF Unimed/Americana – 33 pontos (16 vitórias e 01 derrota)
3º) São José/Colinas Shopping – 29 pontos (12 vitórias e 05 derrotas)
4º) Maranhão Basquete – 28 pontos (11 vitórias e 06 derrotas)
5º) Sport Recife – 27 pontos (09 vitórias e 09 derrotas)
6º) Basketball Santo André/APABA – 25 pontos (08 vitórias e 09 derrotas)
7º) Top Therm/Grupo Leonardi/Sicred/Unimed/Presidente Venceslau – 23 pontos (06 vitórias e 11 derrotas)
8º) APAB/Unifeb Barretos – 22 pontos (05 vitórias e 12 derrotas)
9º) Basquete Jaraguá – 19 pontos (02 vitórias e 15 derrotas)
10º) Brasília/BasqueteVizi – 18 pontos (01 vitória e 16 derrotas)
A primeira fase será complementada na segunda-feira (16 de março), com a realização de quatro jogos, todos às 20h00 (de Brasília): ADCF Unimed/Americana x Top Therm/Grupo Leonardi/Sicred/Unimed/Presidente Venceslau, em Americana (SP); APAB/Unifeb Barretos x São José/Colinas Shopping, em Barretos (SP); Basketball Santo André/APABA x Maranhão Basquete, em Santo André (SP); e Basquete Jaraguá x Brasília/BasqueteVizi, em Jaraguá do Sul (SC).
Fonte: LBF

América-PE fecha sua participação na fase inicial da LBF – 2014/15 com vitória no derby da capital pernambucana

sport america interna J5CG grande 300x159 América PE fecha sua participação na fase inicial da LBF – 2014/15 com vitória no derby da capital pernambucanaO Uninassau/América concluiu a sua participação na fase inicial da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 com uma vitória sobre o Sport Recife, ocorrida neste sábado (14 de março), por 85 a 53 (39 a 20 no primeiro tempo), mesmo atuando no ginásio Marcelino Lopes (Ilha do Retiro), em Recife (PE), no derby da capital pernambucana, válido pela 12ª semana.
Mesmo jogando como visitante, o time comandado pelo técnico Roberto Dornelas foi senhor absoluto das ações, dominando o placar desde o quarto inicial e fazendo a diferença crescer nos dois seguintes – 23 a 12 (primeiro), 16 a 08 (segundo) e 29 a 14 (terceiro). No quarto, a equipe da casa, dirigida por Rildo Acciolly, conseguiu uma ligeira vantagem (17 a 19).
Os destaques da partida foram a norte-americana Erica Wheeler (13 pontos) e Monteiro (12 pontos e 03 rebotes), pelo Rubro Negro; Erika de Souza (22 pontos e 11 rebotes – double-double) e Nádia Colhado (18 pontos e 12 rebotes – double-double), em favor do ‘Mequinha’.
Com este resultado, o time comandado pelo técnico Roberto Dornelas soma 34 pontos, em 18 jogos realizados (16 vitórias e 02 derrotas). O Uninassau/América ocupa atualmente o primeiro ligar na classificação geral, porém não possui a melhor campanha. Para fechar esta etapa inicial na ponta, precisa contar com uma derrota da ADCF Unimed/Americana para o Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau na conclusão desta rodada.
Já o Sport Recife concluiu a fase na quinta colocação, contabilizando 27 pontos, em 18 partidas disputadas (09 vitórias e 09 derrotas).
“Nós sabíamos a dificuldade que seria enfrentar esta equipe. É muito difícil. Nós melhoramos 100% em relação à primeira vez que encaramos o América. Continuamos evoluindo e vamos chegar fortes no playoff”, comenta o técnico Rildo Accioly, do Sport Recife.
Os dois times aguardam a conclusão da primeira fase para saber como serão formados os confrontos do playoff.
Fonte: LBF

domingo, 8 de março de 2015

Joice Coelho treina para dar enterradas no basquete feminino

Veja aqui!

Camila Lacerda em Missouri

Equipe feminina de basquete se reapresenta para temporada 2015 em Piracicaba

De olho na temporada 2015, a equipe feminina de basquete do XV de Piracicaba/Unimep/Amhpla/Selam se apresentou na última segunda-feira (02/03) com o foco na preparação para o Campeonato Paulista da Série A2.
A maior novidade na apresentação do elenco foi a chegada da armadora Ana Limoeiro. Nascida em São Sebastião, litoral paulista, a jogadora tem passagens por Osasco e Rio Claro. Esta será a segunda vez que a atleta defende as cores do Alvinegro piracicabano.
“Fiquei parada por cerca de três meses, pois o time de Rio Claro, infelizmente, acabou. Mas consegui acertar com XV. Foi bom ter voltado para uma cidade que já conheço e minha expectativa é que seja um ano de muitos resultados positivos para mim e para o clube”, disse Ana.
Atualmente, além da armadora, o XV conta com apenas mais cinco jogadoras em seu elenco. São elas as também armadoras Jady, Kiara e Raphaela; e as alas Ana Paula e Brenda, que também faz a função de pivô.
As atletas Jaqueline e Carolina Nunes, que estavam no elenco em 2014, estão disputando o Campeonato Brasileiro por Jaraguá e Brasília, respectivamente, e a diretoria do clube mantém o contato para as duas retornarem para Piracicaba logo após o encerramento da competição, em abril.
“A Carolina está apalavrada com o XV e deve voltar assim que encerrar a competição. Já a (situação da) Jaqueline está um pouco mais complicada, até por questão de custo. O que dificulta a gente na apresentação é que o Campeonato Brasileiro está sendo realizado. Provavelmente no mês que vem teremos o grupo fechado”, disse Ariel Rodrigues, treinador da equipe piracicabana.
Para o técnico, a ideia é fechar o plantel com 12 ou 13 atletas e o principal problema do XV é a falta de pivôs. “Já estamos trabalhando para conseguir trazer novas jogadoras. Estamos entrando em contato para conseguir montar o elenco mais rápido possível. Mas, primeiro, estamos buscando uma pivô, para atuar na posição cinco”, completou o treinador.
O primeiro compromisso da equipe será o Campeonato Paulista da Série A2, que está previsto para começar na segunda quinzena de abril.
Por motivos de definições de participantes e regulamento, a Federação Paulista de Basquete ainda não divulgou as datas e a tabela.
Em seu calendário, a equipe ainda irá disputar os Jogos Regionais e os Jogos Abertos do Interior.
DESPEDIDA — A jogadora Nathália anunciou seu desligamento do XV de Piracicaba. A ala, que atuou no ano passado na campanha do clube no vice-campeonato paulista da Série A2, passará a vestir a camisa do Recra de Ribeirão Preto.
“Adorei defender a camisa do XV nos anos em que joguei em Piracicaba. Mas o que pesou na minha saída realmente foi minha carreira pós -basquete. Penso em ser professora e tradutora. Minha decisão de ir para Ribeirão Preto foi que lá tenho um conhecimento melhor da área e um apoio externo maior”, afirmou Nathália.

Fonte: Jornal de Piracicaba

Basquete Jaraguá aposta na categoria de base

basquete

Com a Liga de Basquete chegando ao fim, a diretoria do Jaraguá estuda os próximos passos. Cinco ou seis atletas mais jovens devem permanecer para manter uma equipe de base para as competições desse ano, como Jogos Abertos e Campeonato Catarinense. Alguns patrocinadores sinalizam apoio; e, apesar do fraco desempenho, a grande surpresa foi mesmo a presença maciça da torcida em todos os jogos em casa.

Na noite de ontem, a equipe foi derrotada pelo América por 103 a 66. Os últimos dois jogos da competição acontecem nos dias 14 e 16, contra o Maranhão e o Brasília, no Ginásio Arthur Müller. As meninas do Jaraguá venceram apenas uma, contra o Barretos, no início de fevereiro.

“Sabíamos que não ia ser fácil, estávamos com o menor orçamento entre todas as equipes, e começamos um projeto do zero. Mas claro que esperávamos um desempenho melhor”, lamentou o presidente Giovane Schmauch. “Para a próxima Liga já vamos precisar de menos reforços, pois teremos as atletas da base, que hoje mostram muito potencial.”

Fonte: Portal Jaraguá

Giovannoni vê “reunião produtiva” e valoriza participação feminina

Uma reunião da Associação de Atletas Profissionais de Basquetebol do Brasil (AAPB), liderada por Guilherme Giovannoni, foi incluída na programação oficial do Jogo das Estrelas, promovido de maneira conjunta entre a Liga Nacional de Basquete (LNB) e a Liga de Basquete Feminino (LBF).

Na noite desta quinta-feira, homens e mulheres se reuniram para discutir o basquete nacional no hotel oficial do evento, em Franca. Abraçar o feminino era um dos princípios da AAPB, criada por Giovannoni e Douglas Viegas, diretor executivo, em agosto de 2013.

"Tivemos a grande satisfação de contar com o feminino nessa reunião. Estamos começando com elas agora e isso para a gente é um grande passo. Vamos entender quais são as demandas das meninas. Temos que nos adequar à realidade delas. Foi muito produtivo", afirmou Giovannoni.

As principais jogadoras do Brasil estão em Franca para participar do Jogo das Estrelas, a exemplo de Damiris, Franciele, Clarissa, Érika, Adrianinha e Iziane, entre outras. A experiente Karla, de Americana, é a representante do basquete feminino na AAPB.

"Esse foi o primeiro encontro com participação mais efetiva das meninas e elas aproveitaram para tirar algumas dúvidas. Agora, vão se reunir e trazer suas principais demandas. Vamos batalhar também pelo feminino. Sabemos que, melhorando a condição das jogadoras, a liga também cresce", afirmou Giovannoni.O jogador do Brasília preferiu não revelar as principais pautas e reivindicações discutidas na noite desta quinta-feira, mas se disse satisfeito pela numerosa plateia - a maioria dos atletas brasileiros em Franca participou do encontro promovido pela AAPB.

"Basicamente, expusemos o que já foi conquistado e falamos sobre os próximos objetivos, além de ouvir os atletas. Saio em êxtase dessa reunião, porque havia cerca de 50 pessoas na sala. É gratificante ver que os jogadores estão acreditando cada vez mais no nosso movimento. Agora, vamos levar as pautas às entidades competentes", disse.

Com o Ginásio Pedrocão como palco, o Jogo das Estrelas será iniciado nesta sexta-feira com os torneios de arremessos, habilidades, três pontos e enterradas. No sábado, estão marcados os jogos entre os melhores brasileiros e estrangeiros das ligas masculina e feminina.

Fonte: Terra

João Pessoa Espectros se classifica para final da Copa Alagoas de Basquete Feminino

O João Pessoa Espectros está na final da Copa Alagoas de Basquete Feminino. A equipe pessoense decide o título da competição às 11h deste domingo, contra o Nosso Clube, de Pernambuco, no Ginásio do Sesc Poço, em Maceió. As paraibanas se classificaram para decisão de forma invicta.
 
A Copa Alagoas de Basquete teve início na sexta-feira, mas o João Pessoa Espectros entrou em quadra apenas na manhã deste sábado. As paraibanas venceram a equipe da UFBA, da Bahia, por 68 a 23. A cestinha do confronto foi Kika Prado, com 14 pontos.

Na segunda partida do dia, as meninas de João Pessoa venceram um dos times donos da casa, o Rio Largo, por 64 a 20. A cestinha do jogo foi Larissa, com 15 pontos marcados. Com 100% de aproveitamento, a equipe paraibana conquistou a vaga para a final e vai enfrentar o time pernambucano na busca pelo título da competição.

A Copa Alagoas é o primeiro torneio que o Espectros disputa na temporada de 2015. Antes de viajar para a capital alagoana, o técnico da equipe, Adriano Lucena, afirmou que a intenção era usar o torneio para que as meninas pegassem ritmo de jogo. O time paraibano pretende participar de mais quatro competições neste ano, entre elas, a Liga Brasileira Feminina (LBF).

Fonte: Globoesporte.com 

sábado, 7 de março de 2015

Time Brasil vence a segunda edição do Desafio das Estrelas da Liga de Basquete Feminino (LBF)

Clarissa MVP 300x200 Time Brasil vence a segunda edição do Desafio das Estrelas da Liga de Basquete Feminino (LBF)O Time Brasil derrotou o Time Mundo, por 78 a 73 (34 a 34 no primeiro tempo), na segunda edição do Desafio das Estrelas da Liga de Basquete Feminino (LBF), que foi disputada neste sábado (07 de março), no ginásio Municipal Pedro Murilla Fuentes (Pedrocão), na cidade de Franca (SP). Esta partida integrou o Jogo das Estrelas – 2015, que contou também com o Jogo das Estrelas do Novo Basquete Brasil (NBB), através do apoio do Bradesco.
O duelo foi bastante equilibrado e corrido, com as duas equipes conseguindo realizar lances plásticos. Com esse panorama, o primeiro tempo terminou empatado – 19 a 15 (primeiro) e 15 a 19 (segundo). O terceiro quarto foi determinante para o resultado final, com a equipe brasileira, calcado no bom trabalho ofensivo e nos rebotes da pivô Clarissa dos Santos, conseguindo uma vantagem de 11 pontos (30 a 19).
Nos dez minutos finais, o quinteto das estrangeiras buscou a recuperação e chegou a baixar a diferença, contudo, sem conseguir se aproximar (14 a 20).
Os destaques do Time Brasil foram Clarissa dos Santos (26 pontos e 17 rebotes –double-double), Erika de Souza (12 pontos e 07 rebotes), Damiris do Amaral (09 pontos e 04 rebotes) e Tassia Carcavalli (08 pontos e 04 assistências). Já pelo Time Mundo, Tiffany Hayes (17 pontos), Tamera Young (14 pontos, 06 rebotes e 02 assistências), Tolu Omotola (08 pontos e 05 rebotes) e Matee Ajavon (08 pontos e 03 assistências).
“Esta foi uma festa bonita realizada para nós aqui em Franca, por isso, todos os envolvidos estão de parabéns. Saiu tudo completo, fechando com a nossa vitória, pois mesmo sendo um jogo com esse caráter festivo, queríamos vencer e conseguimos”, comenta a pivô Clarissa dos Santos, da ADCF Unimed/Americana, que defendeu o Time Brasil e foi eleita a Jogadora Mais Valiosa da Partida (MVP).Tiffany 300x200 Time Brasil vence a segunda edição do Desafio das Estrelas da Liga de Basquete Feminino (LBF)
“Estou muito emocionado com a festa, um dia sensacional na abertura, com as competições individuais e agora com este jogo muito legal, tudo isso com o ginásio sempre lotado. E, olha que estou velho para me emocionar”, relata o técnico Antônio Carlos Vendramini, também da equipe de Americana, que comandou o Time Brasil ao lado de Júlio Patrício, do Basquete Jaraguá, que foi o seu assistente.
Para a norte-americana Tiffany Hayes, do Uninassau/América, o evento foi emocionante. “Foi tudo muito bom, com excelente público e competições bem acirradas. Tentamos a recuperação no final e quase conseguimos, mas o que valeu foi a grande festa do basquete”, analisa a lateral.
A torcida francana deu um verdadeiro show nas arquibancadas do Pedrocão, interagindo bastante com os locutores e com a mascote Jaylo, além de vibrar com as jogadas.
Homenagem
flores 300x200 Time Brasil vence a segunda edição do Desafio das Estrelas da Liga de Basquete Feminino (LBF)No final do jogo feminino, os atletas do Jogo das Estrelas do NBB entraram em quadra com uma rosa e presentaram as jogadoras, em referencia ao dia Internacional da Mulher, que é comemorado nacionalmente no dia 08 de março.
Luto
A atleta Fran Nascimento, do Brasília/BasqueteVizi, não atuou na segunda edição do Desafio das Estrelas, devido ao falecimento da sua mãe, Dona Therezinha, ocorrido na manhã deste sábado (07 de março). A jogadora viajou para Ourinhos (SP), logo que recebeu a notícias. Os dois times jogaram enlutados e foi respeitado um minuto de silencio em homenagem póstuma a mãe da atleta.
Fonte: LBF

Sthefany Thomas vence o Super Desafio BRA de 3 pontos

A argentina Sthefany Thomas, do Basquete Jaraguá, foi a grande vencedora do Super Desafio BRA de 3 pontos, realizado na noite de sábado (06 de março), no ginásio Municipal Pedro Murilla Fuentes (Pedrocão), na cidade de Franca (SP), no primeiro dia do Jogo das Estrelas – 2015, que reuniu a Liga de Basquete Feminino (LBF) e a Liga Nacional de Basquete (LNB).
Na decisão, com 13 pontos, a atleta do time catarinense derrotou Tassia Carcavalli, do Basketball Santo André, que conseguiu 10 pontos.
“Estou contente por conquistar este primeiro lugar, numa disputa equilibrada e que integra uma festa bonita aqui em Franca”, comenta Thomas.
Na primeira fase, os resultados foram estes: Jaqueline Silvestre (Basketball Santo André/APABA), com 09 pontos; Tassia Carcavalli (Basketball Santo André/APABA), com 13 pontos; a argentina Sthefany Thomas (Basquete Jaraguá), com 12 pontos; e a norte-americana Tiffany Hayes (Uninassau/América), com 08 pontos.
Na competição masculina, Marcelinho Machado, do CR Flamengo, foi o grande campeão, com 23 pontos, derrotando na decisão Eric Tatu, do Rio Claro Basquete, que fez 10 pontos.
Fonte: LBF

Time formado por Adrianinha, Chuí e Helinho vence o Super Desafio BRA de Arremessos

Adrianinha Desafio 300x200 Time formado por Adrianinha, Chuí e Helinho vence o Super Desafio BRA de ArremessosArremesso das Estrelas é mesmo com Chuí! Com direito a quebra de recorde de tempo na primeira fase, o Time Chuí, composto pelo ex-jogador francano Chuí, pelo armador Helinho, do Franca Basquete, e pela armadora Adrianinha, do Uninassau/América, bateu o Time Fausto na Final e levantou o troféu do Super Desafio BRA de Arremessos. Apesar de ter dois atletas novos ao seu lado neste ano, Chuí venceu o desafio pelo segundo ano consecutivo.
“Estou sempre muito bem acompanhado. Ano passado tive a companhia do Cauê e da Roseli, que foram muito bem e acertaram a cesta do meio da quadra. Esse ano tive o Helinho e a Adrianinha, que acertou a cesta e garantiu nossa vitória”, comentou o bicampeão Chuí.
“É um momento muito especial para nós. Jogando em casa, com familiares e amigos ao nosso lado momento especial, essa emoção que nós tivemos aqui hoje vale dobrado tanto para mim quanto para o Chuí e para a Adrianinha. Ganhar aqui em Franca, em um trio só formado por francanos, não tem nada igual, é um sentimento de alegria redobrada”, declarou o armador Helinho.
Para se classificar para a Grande Final, o trio formado por Chuí, Helinho e Adrianinha fechou o circuito da primeira fase com 24,0 segundos, com direito a recorde histórico no torneio. Já o outro trio finalista era composto por Fausto, Marquinhos e Clarissa, que finalizaram todo o circuito em 43 segundos.
Já na Final, o time Fausto encontrou problemas para acertar alguns arremessos ainda perto da cesta e também demorou para acertar o chute do meio da quadra e fechou o com 1 minuto e três segundos. Defendendo seu título, o trio Chuí começou no mesmo ritmo quente da primeira fase mas, também enfrentando problemas no tiro do meio da quadra, o tempo foi passando, a bola não caía e o nervosismo foi aumentando.
Porém, com arremesso salvador da armadora Adrianinha, quando o cronômetro marcava 56 segundos, o Time Chuí pôde soltar o grito da vitória.
Dona da cesta do meio da quadra que garantiu a conquista do Time Chuí, a armadora Adrianinha é nascida em Franca e pôde pela primeira vez em sua carreira atuar no ginásio Pedrocão e saiu quadra emocionada.
Adrianinha Desafio 01 300x200 Time formado por Adrianinha, Chuí e Helinho vence o Super Desafio BRA de Arremessos“Estou muito feliz em poder participar do torneio. É uma honra estar aqui nesta quadra, só quem é francano sabe como é viver essa emoção, fico arrepiada só estar aqui dentro”, declarou Adrianinha.
Primeira fase
1- Time Chuí: Chuí*, Adrianinha e Helinho (Franca Basquete) – 24 segundos (recorde da competição);
2- Time Fausto: Fausto Giannecchini, Clarissa e Marquinhos* (Flamengo) – 43,7 segundos;
3- Time Paulão: Paulão*, Damiris e Larry Taylor (Paschoalotto/Bauru) – 56,5 segundos;
4- Time Robertão: Robertão, Isabela e David Jackson* (Winner/Limeira) – 1 minuto e 45 segundos;
5- Time Edu Mineiro: Edu Mineiro*, Erika e Guilherme Giovannoni (UniCEUB/BRB/Brasília) – 54,1 segundos.
*Autor do arremesso do meio da quadra
Final
1- Time Fausto: Fausto Giannecchini, Clarissa e Marquinhos* (Flamengo) – 1 minuto e três segundos;
2- Time Chuí: Chuí, Adrianinha* e Helinho (Franca Basquete) – 56 segundos
Fonte: LBF